quarta-feira, 13 de abril de 2011

Garagem de Invenções

Marcelo Rodrigues, o mentor do Laboratório de Garagem

Os "garagistas" confabulando no Laboratório
Quem imaginava que o universo underground das garagens só servia de palco para ensaios de banda de rock em começo de carreira, já pode rever os seus conceitos. O Laboratório de Garagem, aqui, na Vila Mariana, é uma ampla rede social destinada a novos inventores e aos seus mirabolantes protótipos, contando com mais de 2.500 membros. Originalmente limitado ao mundo virtual, com loja, chat etc. ganhou espaço físico em uma das casas modernistas tombadas pelo patrimônio histórico, na Rua Berta. No local são desenvolvidos projetos próprios, com a disponibilidade de todo o tipo de equipamentos, ferramentas, materiais, componentes e peças, para qualquer projeto, o que permite aos engenhosos inventores adquirir um vasto campo de conhecimento, estímulo e entretenimento com a troca ideias — além de atrair novos adeptos e visitantes universitários. O criador dessa "fábrica de ideias" é o engenheiro eletrônico Marcelo Rodrigues, graduado pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), diretor pedagógico e mantenedor da Escola do Max, localizada na Chácara Klabin. Marcelo conta que precocemente já mostrava seu interesse por esse ambiente de tecnologia. Ainda criança, costumava comprar revistas de eletrônica: "Passava a tarde inteira inventando engenhocas", recorda. Por volta dos cinco anos de idade, montou um formigueiro usando um aquário velho. "Eu queria entender o que as formigas faziam debaixo da terra! Só que a minha mãe não curtiu muito a ideia quando descobriu aquele monte de formigas na lavanderia", diverte-se nosso jovem professor Pardal. O Laboratório de Garagem é a concretização de um sonho em que Marcelo vem batalhando com persistência e força de vontade, a ponto de investir do seu próprio bolso a quantia de R$15.000, para que ele saísse do papel. "Sinceramente, a gente não fica esperando ou implorando por patrocínio. Assim como desenvolvemos nossa tecnologia com as próprias mãos, estamos buscando nossos financiamentos e, em breve, começaremos a vender os produtos desenvolvidos aqui mesmo, pelos garagistas. A ideia é usar o empreendedorismo em nossos inventos para levantar verbas para o Laboratório e para os demais projetos", explica. A divulgação do espaço é feita pelos próprios garagistas, que indicam amigos e colegas. O conteúdo da rede social também atrai muitas pessoas nos sites de busca. "A imprensa também tem dado um apoio valioso, com matérias publicadas nas revistas Veja, Época, Planeta, Info e Ciência Hoje, e nos jornais da Tarde e Agora, entre outros. "Temos percebido um efeito muito interessante: a interação entre as pessoas e compartilhamento de ideias que acabam por catalisar o processo criativo, criando uma sinergia que envolve a todos, o que torna o surgimento de novas ideias cada vez maior, em uma progressão geométrica!", analisa Marcelo. O Laboratório de Garagem não se atem apenas ao mundo high tech, mas também se mostra muito consciente com relação ao meio ambiente e à sustentabilidade do planeta. "A questão ambiental é decisiva. Nossos projetos sempre buscam esse ideal, especialmente na questão energética, na qual temos muitos garagistas criativos investindo tempo e suor na busca por energias renováveis cada vez mais viáveis", informa Marcelo, com a veemência de quem conhece a importância de novas invenções para salvar o planeta.

O Laboratório de Garagem fica na Rua Berta, 60, Vila Mariana, tel. 3804-0126. http://www.labdegaragem.com/

Fotos: Divulgação

Nenhum comentário: